Prazo para pagamento do 1º lote do IPTU 2024 vence no dia 30 de janeiro

Contribuintes de Londrina que estão inseridos no Lote 1 de carnês do IPTU 2024 contam com menos de uma semana de prazo para realizar o pagamento do seu imposto anual. O valor do primeiro vencimento, referente a 131.739 carnês enviados pela Secretaria Municipal de Fazenda (SMF), pode ser quitado até o dia 30 de janeiro, próxima terça-feira. Apenas até a data estabelecida, o titular do imóvel terá a oportunidade de usufruir do desconto concedido exclusivamente para quem pagar à vista, ou seja, em parcela única – variando de 10% a 15% sobre o valor total cobrado (saiba mais abaixo). Outra opção é parcelar o montante em até 11 vezes, respeitando os períodos de vencimento.

A Prefeitura já concluiu o envio de todos os carnês deste primeiro lote, que começou a ser disparado, via Correios, na primeira semana de janeiro. O documento reúne o lançamento do IPTU 2024, além da Taxa de Coleta de Lixo (TCL), com todos os boletos agregados em uma única carta. O pagamento pode ser feito na rede bancária (inclusive pelo método Pix) ou nas lotéricas.

Tanto para pagamentos à vista quanto para parcelamentos, é possível pagar por boleto bancário no carnê convencional enviado, ou a qualquer momento, on-line, pela 2ª via disponível na página IPTU 2024, com banner destacado no Portal da Prefeitura. Outra forma é pelo Documento de Arrecadação Municipal (DAM), também disponível nessa área do site, e que pode ser pago na rede bancária ou por meio de Pix.

Quem, por algum motivo, não tiver recebido o carnê em sua residência também pode comparecer à Praça de Atendimento da Fazenda, mediante agendamento prévio on-line ou pelo telefone (43) 3372-4424 (também contato de WhatsApp). A Praça fica no piso térreo da sede administrativa da Prefeitura, na avenida Duque de Caxias, 635, Centro Cívico.

Os 131.739 carnês do Lote 1 integram o total de 279.105 unidades que compõem o IPTU 2024 em Londrina. O 2º Lote possui 132.356 carnês com vencimento para o dia 15 de fevereiro, e está em fase de encaminhamento, sendo que o envio deve ser concluído até 31 de janeiro. O valor líquido dos dois lotes, somados, é de R$ 517.531.074,63.

A diretora de Arrecadação da Secretaria Municipal de Fazenda, Wanda Kono, informou que até este momento, 38.445 contribuintes realizaram o pagamento do IPTU 2024, entre Lote 1 e Lote 2, computando pagamentos à vista e de primeira parcela. Este público corresponde a 14,5% do total de quem deve pagar em 2024, representando R$ 49.739.872,93 em valor já arrecadado pelos cofres municipais. “Foram 36.403 pessoas pagando à vista e outras 2.042 de forma parcelada, quitando a primeira parcela”, citou.

Referente ao primeiro lote, 36.060 contribuintes realizaram o pagamento do IPTU com vencimento no dia 30 de janeiro, o que representa cerca de 21% do total desse lote. Deste grupo, 34.736 pagaram à vista, totalizando R$ 47.140.346,99, e outros 1.324 fizeram o pagamento da primeira parcela, que somam R$ 203.115,19. “É importante lembrar que o prazo do Lote 1 vai até 30 de janeiro, e não dia 31, que é o último dia do mês. E somente os pagamentos à vista dão direito ao desconto de 10% a 15%. A segunda via dos boletos pode ser obtida a qualquer momento no Portal da Prefeitura (IPTU 2024)”, frisou.

Quanto ao Lote 2, cujo vencimento vai até 15 de fevereiro, 1.667 contribuintes pagaram à vista (R$ 2.295.185,54) e 718 optaram pelo parcelamento (R$ 101.225,21), totalizando 2.385 contribuintes.

Ainda há 15.010 contribuintes no município que têm direito à isenção total de IPTU, público correspondente a R$ 22.141.145,62 em valor financeiro. Como ocorre a cada início de ano, as pessoas que estão livres deste tributo fiscal também receberam em casa uma correspondência oficial da Secretaria Municipal de Fazenda, notificando sobre a isenção integral. Aqueles que não receberam a carta também podem entrar em contato com a Prefeitura pelos canais mencionados acima.

Desconto progressivo à vista – Para pagamentos do IPTU 2024 feitos em parcela única, a Prefeitura de Londrina continua concedendo descontos de 10% a 15%, no máximo, em cima do valor total do imposto. Os contribuintes que fizeram o pagamento do tributo em 2023, à vista, receberão, em 2024, automaticamente, o acréscimo de 1% no desconto para pagamento nesse mesmo formato.

Nesse contexto, se o titular do imóvel não cumprir os pagamentos exatamente dentro do vencimento estabelecido, perderá o direito ao benefício progressivo. Isso significa, por exemplo, que se o pagador à vista alcançou o patamar de 13% de desconto, porém não pagou corretamente no exercício anual atual, terá de voltar para a marca inicial de 10% de desconto.

Fonte: Prefeitura de Londrina