Equipe feminina do Londrina/Tsuru realiza segunda etapa de seletiva de jogadoras

Com o objetivo de integrar a equipe feminina de futebol de campo do Londrina Esporte Clube/Associação Esportiva Tsuru Oguido, 75 meninas de 35 cidades participaram, no último domingo (28), de uma seletiva realizada pelo time. A iniciativa visa trazer novas atletas para compor os times de base, nas categorias sub-15, sub-17 e sub-20.

A primeira fase da seleção aconteceu no campo de futebol da Bratac Seda, localizado na avenida Brasília, 1.075, Rodocentro. Ao final dessa etapa, foram pré-selecionadas 22 meninas, de diversas localidades como Apucarana, Conselheiro Mairinck, Ibaiti, Dourados (MT), Guaraci (SP) e Itaporã (MS), entre outros municípios.

Na sequência, o grupo foi dividido para a realização das próximas atividades do processo seletivo. Enquanto algumas atletas participaram dos testes entre os dias 29 de janeiro e 2 de fevereiro, as demais jogadoras cumprirão essa etapa entre os dias 5 e 9 de fevereiro.

Foto: Ronaldo Ronan Rufino

O resultado oficial do processo seletivo será divulgado nas redes sociais da equipe na próxima sexta-feira (9). Na primeira fase do processo, foram aplicados treinos técnicos e jogos adaptados, com foco em práticas com campo reduzido, a fim de observar a qualidade e o comportamento das atletas, nascidas nos anos de 2006, 2007, 2008 e 2009.

Segundo o treinador da equipe sub-17 do LEC/Tsuru Oguido, Johnny Gonçalves, durante a segunda fase da seletiva, as meninas treinam com a equipe principal, composta pelo elenco de atletas que estiveram em atividade na temporada passada. O propósito dessa dinâmica é observar, com mais exatidão, o nível técnico das jogadoras. Além disso, o comportamento em grupo dentro de campo, a socialização dentro do alojamento e a relação com as outras integrantes também são considerados.

Gonçalves destacou que o processo seletivo é importante, pois possibilita captar meninas que estão à procura de uma oportunidade no mercado do futebol, e o projeto da equipe tem essa característica de formação de atletas.

“As meninas que chegam até nós apresentam um bom nível técnico, mas que precisa ser trabalhado. Elas precisam ser orientadas e lapidadas e, pensando nisso, o projeto acrescenta muito à formação dessas meninas. Consequentemente, é uma oportunidade para as atletas mostrarem seus talentos, pois elas estarão participando e representando um clube de futebol em competições oficiais em que, com certeza, a visibilidade vai ser um fator importante e proporcionará novas possibilidades. Acredito que é uma situação muito favorável tanto para nós, como equipe, que nos fortalecemos, quanto para as meninas que estão entrando no mercado do futebol feminino”, salientou Gonçalves.

LEC feminino – O projeto do time feminino de futebol, conduzido por meio de parceria entre o Londrina Esporte Clube (LEC) e a Associação Esportiva Tsuru, é uma das iniciativas que vêm recebendo recursos, nos últimos anos, por meio do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe). Mantido pela Prefeitura de Londrina, o Feipe é gerido pela Fundação de Esportes (FEL).

A equipe já existe há 11 anos, e mantém parceria com o LEC desde 2019. Nos últimos anos, o Londrina foi campeão sete vezes do campeonato Bom de Bola, que era a única competição feminina do Paraná até então (o Paranaense sub-17 está apenas em sua segunda edição). No Bom de Bola, o LEC venceu em 2013 e 2014 com a categoria sub-14, e em 2016, 2017, 2018, 2019 e 2022, com o sub-17.

Texto: Luiza Arlindo, sob supervisão dos jornalistas do Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina.


Fonte: Prefeitura de Londrina