Diretores e coordenadores de escolas, CEIs e CMEIs participam de formação

Na manhã desta segunda-feira (29), a Secretaria Municipal de Educação (SME) deu início à primeira formação do ano voltada às equipes gestoras das unidades escolares de Londrina. Participam cerca de 650 profissionais das escolas municipais, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e Centros de Educação Infantil (CEIs) filantrópicos. A formação está sendo realizada no auditório da Igreja do Evangelho Quadrangular, Rua Maringá 2.250, e prossegue até amanhã (30), das 8h às 12h e das 13h às 17h.

A cerimônia de abertura, realizada hoje (29), contou com a presença dos gestores escolares, assim como de diversas autoridades. Entre elas, estavam o prefeito Marcelo Belinati, o vice-prefeito João Mendonça, a secretária da pasta, Maria Tereza Paschoal de Moraes, e os vereadores Matheus Thum, Eduardo Tominaga, Jairo Tamura, Fernando Madureira e Professora Sônia Gimenez. Também compareceu o pastor Israel.

Foto: SME/Divulgação

O objetivo da formação é proporcionar uma maior compreensão sobre o papel da escola/gestores na garantia da proteção à criança e ao adolescente, salientando os fundamentos legais de garantia da escola pública, laica democrática e protetora das crianças e adolescentes. Além disso, a atividade aborda como a liderança sistêmica reverbera no trabalho da comunidade escolar.

A programação inclui palestras ministradas pelas professoras Ângela Mendonça e Juliana de Lacerda, secretária Maria Tereza Paschoal de Moraes, Rosana Daliner, Márcia Barioto e Mariangela Bianchini, da equipe da SME.

Em sua explanação, o prefeito Marcelo Belinati falou sobre a importância da educação como agente transformador de vida das crianças e adolescentes. “A educação tem que sair do discurso e ser uma prioridade efetiva das administrações, pois é isso que vai mudar o nosso país para melhor. Eu sou um exemplo vivo disso, de como a educação transformou a minha vida, e é por isso que em Londrina investimos tanto nesta área. Hoje, 30% de todo o orçamento da Prefeitura é investido em educação, isso é histórico e um valor muito maior do que a obrigação legal constitucional. A educação é transformadora e salva vidas”, disse.

Secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes. Foto: SME/Divulgação

A secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, ressaltou que o encontro dos coordenadores e diretores de 2024 é histórico porque é a primeira vez que os educadores dos CEIs filantrópicos participam da primeira reunião do ano. “Antes, os CEIs não eram contemplados com alguns recursos e, quando assumimos a Prefeitura, em 2017, o maior pedido do prefeito foi para que existisse equidade. Este dia é muito significativo, porque eu consegui cumprir este pedido do prefeito e hoje tratamos todos os 46.500 alunos da rede municipal de Londrina da mesma forma, independentemente do vínculo administrativo”, apontou.

Dados – A secretária fez uma apresentação relativa aos investimentos realizados pela Prefeitura de Londrina durante a atual gestão, de 2017 a 2023. De acordo com os dados, com relação à infraestrutura, foram construídas 17 novas unidades escolares municipais, entre escolas, CMEIs e CEIs, além de 96 salas ampliadas em 25 unidades, totalizando um investimento de R$ 79.753.243,20.

Neste período, também houve um feito histórico na educação de Londrina, que foram os investimentos na infraestrutura dos CEIs filantrópicos. Foram dois pacotes de investimentos para reformas e manutenções, sendo um de R$ 8 milhões e outro de R$ 8,5 milhões, totalizando R$ 16,5 milhões.

Outro dado apresentado foi sobre os contratos de reforma e manutenção do ano de 2023, os quais somaram R$ 28,8 milhões, contra R$ 4,1 milhões em 2021, ou seja, um montante sete vezes maior.

Além disso, no momento há 28 obras em andamento, entre construções, reformas e manutenções. O valor total, entre obras e equipamentos, investido em 2023 e 2024, é de R$ 253.880.994,92.

Entre 2022 e 2023, a prefeitura de Londrina também fez um grande investimento em equipamentos, que inclui a compra de parques infantis, mobiliários, máquinas de corte pedagógico, impressoras 3D e de corte, computadores e equipamentos de áudio e vídeo. O total do investimento foi de R$ 33.977.227,31.

Outra grande conquista da administração foi a aquisição de uniformes escolares, que neste ano somou R$ 5.501.429,35, e de material escolar, cujo investimento foi de R$ 9.301.443,8. A grande novidade no kit escolar de 2024 são as mochilas, que não estavam entre os objetos adquiridos e entregues no ano anterior. O kit também inclui agenda escolar, bloco de desenho, cola líquida, giz de cera, pasta escolar, tinta guache, estojo, mochila, caderno, lápis preto, lápis de cor, massinha de modelar, papel sulfite, pincel, caneta, régua, borracha e apontador, entre outros materiais.

Houve, ainda, uma grande contratação de professores, entre 2017 e 2023, sendo contratados 1.608 efetivos e 1.414 temporários. A secretária também destacou a criação do cargo de coordenador pedagógico; da Central Única de Vagas; do Polo Municipal Multidisciplinar e Intersetorial Maria Clara Dias Dutra, voltado à educação especial; do professor mediador escolar; do programa V.I.D.A, que trabalha com o acolhimento e cuidados com os alunos, servidores e comunidade em geral; da colocação de parede de escalada em algumas unidades; e do Londrina Mais, maior evento de educação do sul do Brasil e um dos maiores do país, que atende professores, alunos e famílias.

Os avanços também incluem a realização de um Chamamento Público para inserir projetos culturais e esportivos nas áreas de Atletismo, Basquetebol, Canto Coral, Circo, Dança, Futsal, Judô, Karatê, Musicalização, Taekwondo, Teatro e Xadrez na Educação Básica. Em 2023, os projetos contemplaram 4.600 alunos, do 1° ao 5° ano, no período do contraturno e/ou de escolaridade. Para o ano de 2024, estão previstas novas ações e já inseridas modalidades, como ballet, badminton, handebol, ginástica rítmica, esportes de aventura, capoeira, teatro, psicomotricidade e xadrez.

Fonte: Prefeitura de Londrina