Série Ouro: oito agremiações se apresentam no Rio neste sábado

O sambódromo do Rio de Janeiro será palco na noites deste sábado (10) dos desfiles de oito escolas de samba, fechando assim as apresentações da Série Ouro. A agremiação vencedora conquista o direito de se apresentar no próximo ano no Grupo Especial, a elite do carnaval carioca.

Irão se apresentar nessa ordem: Sereno de Campo Grande, Em Cima da Hora, Arranco do Engenho de Dentro, União da Ilha do Governador, Unidos de Padre Miguel, São Clemente, Unidos de Bangu e Império Serrano. Os enredos irão transitar por temas variados que envolvem tradições nordestinas, personalidades da cultura e da saúde, mensagens contra o racismo e práticas religiosas. Os desfiles se iniciam às 21h.

Na noite de sexta-feira (9), outras oito escolas percorreram a Marquês de Sapucaí: União do Parque Acari, Império da Tijuca, Acadêmicos de Vigário Geral, Inocentes de Belford Roxo, Estácio de Sá, União de Maricá, Acadêmicos de Niterói e Unidos da Ponte. A plateia acompanhou uma diversidade de enredos, que explorou temas como manifestações culturais regionais, cultos a ancestralidades e homenagens a trabalhadores informais.

Em geral, as agremiações da Série Ouro possuem menos recursos que as do Grupo Especial para levar seus enredos ao sambódromo. No primeiro dia de desfiles, foram registrados alguns contratempos com atrasos na chegada de fantasias, dificuldades com carros alegóricos e até um princípio de incêndio em um deles, durante a apresentação do Império da Tijuca.

Entre as 16 agremiações da Série Ouro, muitas delas já estiveram na elite do carnaval carioca e duas chegaram inclusive a se sagrar campeãs. A escola Estácio de Sá faturou o título em 1992 com o enredo Pauliceia Desvairada. Já o Império Serrano já foi coroado nove vezes, tendo sido uma das agremiações mais vitoriosas nas décadas de 1940 e de 1950. Seu último título foi em 1982, há mais de quarenta anos, com o enredo Bum Bum Paticumbum Prugurundum.

Fonte: Agência Brasil