Enem: escritores e músicos comentam questões que citam suas obras

Nas redes sociais, quem teve um trecho da própria obra transformado em questão do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023 neste domingo (5) comentou a prova e até deu palpites de qual seria a resposta certa. Entre as publicações que se destacaram nas redes, estão a do músico Caetano Veloso, dos escritores Itamar Vieira Vieira Junior e Jarid Arraes e da liderança indígena Txai Suruí.

Foi Paula Lavigne, esposa de Caetano que gravou o músico analisando a prova. “Alô, turma! Eu perguntei a Caetano Veloso qual alternativa é a correta de uma questão que caiu no Enem 2023 e que usou trechos das músicas Alegria, Alegria e Anjos Tronchos!”, disse no X. 

 

06/11/2023, Enem: Escritores, lideranças e músicos comentam questões que citam suas obras. Foto: Enem

“Quando eu li, eu achei que são todas”, responde Caetano, acompanhado pelas risadas de Lavigne. Depois de analisar com mais cuidado, o músico conclui que a letra B e a letra D “são as mais apuradas”.

A questão traz trechos de duas canções de Caetano, Alegria, Alegria e Anjos Tronchos e pergunta o que essas letras, que são de momentos históricos diferentes, têm em comum. Para Caetano, elas têm a “percepção da profusão de informações gerada pela tecnologia” ou a “busca constante pela liberdade de expressão individual”.  

No Instagram, o escritor Itamar Vieira Junior também publicou o palpite para a questão que traz um trecho do livro Torto Arado. A publicação foi feita em conjunto com o perfil tortoaraders, comunidade na rede social dedicada ao escritor.

“E aí, Itamar Vieira Jr? Acertarias?”

O palpite deixado na publicação é a letra B, seguido de uma explicação:

“A narradora quer arar a terra e falar. O arado torto, troncho está metaforizando a linguagem que ela não dispõe e é sentida por ela como um arado velho que dilacera a terra, assim como a sua língua fora dilacerada, impedindo-a de ter voz”.  

06/11/2023, Enem: Escritores, lideranças e músicos comentam questões que citam suas obras. Foto: Enem

A escritora Jarid Arraes também publicou a questão na qual aparece um trecho de Redemoinho em Dia Quente no Instagram.

“Eu e meu livro Redemoinho em Dia Quente no Enem! Em 2010, o Enem foi um dos caminhos que peguei para mudar minha vida. É incrível me encontrar no presente entre essas páginas. E com minha literatura. Que é nossa. Do nosso sertão, do nosso Cariri, do nosso Ceará, do nosso Brasil. Muito obrigada!”, diz.

Foram os seguidores que deixaram os palpites nos comentários. A resposta que parece gerar mais consenso é a letra A: “revelam as marcas da violência de raça e de gênero na construção da identidade”.

O Enem também contou com trechos de Paulo Freire, de Conceição Evaristo, de Carolina Maria de Jesus, com uma tirinha de Laerte, com imagem e descrição do espetáculo Gira do Grupo Corpo, entre outros.  

06/11/2023, Enem: Escritores, lideranças e músicos comentam questões que citam suas obras. Foto: Enem

A liderança indígena Txai Suruí comemorou, no Instagram, a questão que cita trecho do discurso que proferiu na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima de 2021 (COP26).

“Povos indígenas no ENEM!”, diz.

Duas questões são citadas na publicação, a primeira, traz um trecho do discurso de Txai: “O clima está esquentando, os animais estão desaparecendo, os rios estão morrendo e nossas plantações não florescem como no passado. A Terra está falando: ela nos diz que não temos mais tempo”.  

Já a segunda, cita o primeiro grupo de rap indígena do Brasil, Brô Mc’s e aborda a produção cultural contemporânea ligada à realidade dos povos originários do país.

Gabarito oficial  

Nesse domingo (5), os candidatos fizeram as provas de linguagens, ciências humanas e redação. No próximo dia 12, farão as provas de matemática e ciências da natureza.

Os gabaritos oficiais serão publicados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) após o segundo dia de exame, até o dia 24 de novembro.

No Canal Educação, no programa Caiu no Enem, professores comentaram as questões do Enem e fizeram a correção ao vivo. O programa está disponível online.

As notas das provas podem ser usadas para concorrer a vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu); a bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni); e a financiamentos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O Enem também pode ser usado para estudar no exterior.

Fonte: Agência Brasil