Equipes da Prefeitura realizaram, na quinta (9/11) e sexta-feira (10/11), visitas de orientação aos moradores e comerciantes dos bairros Fanny, Tarumã e Capão da Imbuia sobre a obras de infraestrutura viária da Nova Linha Direta Inter 2 – plataforma de entrada dos ônibus elétricos na Rede Integrada de Transporte (RIT), em Curitiba.

Nesta etapa inicial, as intervenções contemplam as obras de implantação de novos sistemas de drenagem pertencentes aos lotes 2 e 4 do Programa de Aumento de Velocidade e Capacidade do Inter 2. Os trabalhos começaram nas ruas Major Vicente de Castro, no bairro Fanny, e Osmário de Lima, 21 de Junho e Engenheiro Monteiro de Carvalho, no Capão da Imbuia.

Evolução integrada

As obras visam a evolução da Rede Integrada de Transporte da cidade com a melhoria qualificada da infraestrutura viária e o preparo para o início da construção do viaduto na Avenida Victor Pereira do Amaral, na divisa entre os municípios de Curitiba e Pinhais.

Nas visitas de orientação, as equipes orientaram, quadra a quadra, moradores e comerciantes sobre o cronograma das obras, as próximas etapas e horários de eventuais bloqueios durante a execução dos trabalhos coordenados pela Smop (Secretaria Municipal de Obras Públicas), a partir de projetos do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Curitiba (Ippuc).

“Este trabalho de comunicação e orientação é fundamental para moradores, comerciantes, motoristas e todos os usuários das ruas e das regiões afetadas pelas obras realizadas sob coordenação da Smop, principalmente como prestação de contas à população e para manter a comunidade bem informada sobre os trabalhos desenvolvidos pela Prefeitura de Curitiba, com apoio da Regional Cajuru e dos órgãos competentes, diretamente nos bairros”, disse o administrador regional Narciso Doro.

Esclarecimento público

O trabalho de esclarecimento e orientação sobre as obras foi feito pelas equipes de técnicos da Regional Cajuru. De porta em porta, os técnicos da regional explicaram as fases de cada etapa e esclarecem dúvidas gerais sobre o cronograma dos trabalhos.

Antes da execução das obras na região, também foram realizadas reuniões públicas organizadas pela equipe da Utag, unidade ligada ao Ippuc. Os encontros com moradores e comerciantes da região detalharam o projeto e também os impactos gerados, consequentemente, durante as intervenções.

Aprovação

Morador há 30 anos do Campão da Imbuia, na Rua Osmário de Lima, o aposentado Antonio Pires de Sousa, 72 anos, aprova as obras e todo o trabalho de orientação da Prefeitura de Curitiba.

“Fomos muito bem orientados sobre as obras que vão melhorar muito o fluxo do trânsito, a circulação pelo comércio e qualificar  transporte coletivo em toda a região. Nós esperamos ansiosos por essas melhorias”, disse.   

Lotes e obras

As obras executadas em ambos os lotes (2 e 4) promovem a escavação, substituição de tubos coletores de águas pluviais e implantação de novas galerias de passagem em serviços que precedem as obras de pavimentação nas vias.

No Lote 1, será executada a readequação viária de mais de 5,7 mil metros em cinco ruas nos bairros Fanny, Xaxim e Capão Raso. O conjunto de obras vai dar suporte ao tráfego da Avenida Brasília. Serão compreendidas, em todo o projeto, as ruas Major Vicente de Castro, e Maestro Franscisco Antonello. As vias também formarão um novo binário. O projeto prevê ainda requalificação das ruas Andorinhas, Perdizes e Bôrtolo Gusso.

Já as obras no Lote 4 contemplam cinco ruas dos bairros Tarumá e Capão Raso. Os trabalhos estendem-se por 3,5 mil metros de infraestrutura viária completa e executam serviços de drenagem, terraplanagem, pavimenta em concreto (pavimento rígido), iluminação pública, paisagismo e novas calçadas na Avenida Victor Ferreira do Amaral (Tarumã).

As intervenções iniciais compreendem as ruas Hayton da Silva Pereira, 21 de Junho e Olga Balster, executadas para implantação do binário Olga Balster/Nivaldo Braga.

Aporte internacional

As obras do Novo Inter 2 integram o Programa de Mobilidade Urbana Sustentável de Curitiba. As obras receberam aporte de US$ 106,7 milhões em recursos financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para Aumento da Capacidade e Velocidade do Inter 2/Interbairros II, mais as contrapartidas financeiras do município.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

By