Nesta terça-feira (23/1), moradores e comerciantes do Cajuru vão conhecer os detalhes das obras dos lotes 4.1 e 4.2 do BRT Leste-Oeste, financiado com recursos do New Development Bank (NDB), o banco dos Brics. A reunião pública vai ocorrer na Igreja da Nossa Senhora do Rosário de Belém, a partir das 16h, na Rua Amador Bueno, 627.

A empresa O Betacem, vencedora da concorrência pública, foi contratada para realizar a adequação viária na Av. Maurício Freut, a partir da esquina com a Rua Olga Balster, seguindo pelas ruas Mercer Júnior, Eng. Costa Barros, Terminal Oficinas, Filipinas, Lourival Wendler, Ceilão, Nagib da Silva, Cap. Guilherme Bianco e Niterói (entre Ceilão e Costa Barros), além da reforma e ampliação dos terminais Vila Oficinas e Centenário. Entre as intervenções, estão previstas microdrenagem, pavimentação, iluminação, calçamento e paisagismo.

Nos terminais, as reformas contemplam a troca do pavimento por concreto, correções geométricas em pistas e plataformas, substituições de coberturas, calçamento e paisagismo dos entornos. O terminal do Centenário vai receber ainda uma estação-tubo dupla no lugar da plataforma 1, para a operação simultânea de dois biarticulados. Com custo de R$ 64 milhões, as intervenções devem ser concluídas em 24 meses.

Durante a reunião, serão compartilhadas ainda as alterações de trânsito e itinerário de ônibus, pontos de início de frentes de serviço e canais de comunicação com a Prefeitura de Curitiba para registro de queixas e pedidos de informações.

As obras dos lotes 4.1 e 4.2 fazem parte do Programa de Aumento da Capacidade e Velocidade do BRT Leste-Oeste, financiado pelo NDB. No total, serão investidos US$ 75 milhões, além de contrapartidas do município para a readequação de 22,5 km de canaletas exclusivas para o transporte coletivo, entre Pinhais e o CIC Norte, em Curitiba. As intervenções incluem ainda cinco terminais, incluindo o novo equipamento do Capão da Imbuia, e a revitalização de 34 estações-tubo.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

By