O órgão responsável pela elaboração e acompanhamento do Plano de Governo e pelo estabelecimento de metas do Plano Plurianual (PPA) da Prefeitura está completando 60 anos. É o Imap (Instituto Municipal de Administração Pública), que nos sete anos da gestão Rafael Greca está por trás de ações como a reestruturação da Prefeitura para sanear as contas públicas, a criação da consulta pública anual Fala Curitiba e a aposta na formação dos servidores.

“Trabalhamos para criar as bases de uma cidade inovadora, acessível e inclusiva, dando suporte aos demais órgãos de governo, e também para mantermos os servidores da Prefeitura sempre atualizados para atenderem às demandas do público”, diz Alexandre Matschinske, que responde pela presidência do órgão desde 2019.

As origens do Imap estão no artigo 54 da Lei 2347, de 18 de dezembro de 1963, que autorizou a criação do Instituto Municipal de Administração (IAM), e no Decreto 1487, de 10 de dezembro de 1964. Antes de se tornar Imap, no início da década de 1990, o órgão também foi denominado Departamento de Administração Municipal (DAM).

Administrando para e com a população

Foi a partir de estudos do Imap que a Prefeitura reduziu o número de órgãos e entidades da administração municipal de 33 para 27. Esse processo exigiu a transformação, extinção, fusão e criação de novas configurações nas unidades municipais, visando proporcionar maior flexibilidade e agilidade nas suas atividades.

Outra iniciativa de destaque do Imap, cita Matschinske, é o Fala Curitiba – a consulta pública anual que teve a participação recorde, em 2023, de quase 37 mil pessoas. O órgão aplica a consulta e acompanha a implementação das sugestões eleitas pela população.  “É a nossa startup, todo ano com uma novidade. É um sucesso em participação e entregas à população”, diz.

Desde o início da gestão Rafael Greca, em 2017, a população encaminhou 403 pedidos à Prefeitura por meio desse canal de comunicação. “Do total, 72,71% já foram atendidos e 22,59% estão em andamento, ultrapassando 95% de tudo o que a Prefeitura tem para executar com relação às demandas que entraram até 2022”, informa o presidente do Imap.

Servidores preparados

O órgão também oferece cursos cada vez mais procurados pelos servidores, em nível de formação e desenvolvimento. Eles estão disponíveis para os cerca de 26,4 mil servidores da estrutura, dos quais 72 atuam no Imap. Passaram pelos cursos de Pós-graduação 292 pessoas, enquanto 13.500 se inscreveram em outros cursos, presenciais e on-line. Atualmente, 180 servidores estão matriculados em oito cursos de especialização.

A demanda crescente por cursos levou à revitalização da estrutura física da Escola de Administração Pública (EAP), que oferece os cursos. Ao todo, 60.369 servidores participaram de 720 cursos presenciais variados e de 12 turmas de Pós-Graduação. O modelo de cursos on-line cresceu com a abertura do Estúdio Imap e, de 2021 a 2023, mais de 16.600 servidores se inscreveram em 75 cursos a distância. E para fomentar a inovação a partir de diferentes áreas, planejou a estruturação das escolas setoriais como Turismo, Guarda Municipal, Sustentabilidade e Inovação.

O Imap também promove a contratação de possíveis futuros servidores: os estagiários. O processo passou a ser digital e, além disso, trouxe para a administração municipal os estudantes de Pós-graduação. Até então, os órgãos da Prefeitura funcionaram como campo de estágio para alunos de Ensino Médio e Graduação. Foram firmados 308 convênios com instituições de ensino para atender à demanda do município e contratados 2.894 jovens, sendo 224 de ensino médio, 2.570 de graduação e 101 de pós-graduação.

Sede no Barigui

O Imap também mantém o Complexo Imap Barigui, que foi revitalizado. Como parte das benfeitorias implantadas, foi inaugurado o espaço de aprendizagem Laboratório de Energias Renováveis Curitiba Solar e reformados o Salão de Atos, a Sala Vip e anexos. Também passou a ser feito o agendamento on-line para reserva dos ambientes do complexo.

A estrutura também recebeu o primeiro Worktiba da cidade, inaugurando os espaços de coworking públicos do Brasil. Além deste, a cidade hoje conta hoje com salas na Rua da Cidadania do Boqueirão e no Cine Passeio, no Centro.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

By