Quem passou pela Feirinha do Largo da Ordem nesse domingo pôde conferir uma novidade muito aguardada pelos artesãos. O novo modelo de barracas desenvolvido pelo Ippuc, e que devem ser totalmente implantadas até março de 2024.

“Uma mudança significativa na dinâmica da feira é que, com a implementação desse modelo, a Prefeitura assume integralmente a gestão do evento, a partir da entrega da última barraca licitada. Essa alteração representa um alívio para os artesãos, que agora ficam liberados das responsabilidades relacionadas à montagem das barracas, permitindo-lhes concentrar-se exclusivamente em suas criações”, salienta Tatiana Turra, presidente do Instituto Municipal de Turismo.

Nessa primeira fase, foram instaladas 30 barracas no trecho da Rua Dr. Muricy, onde ficam os artesãos das feiras de bairros e que fazem rodízio na Feirinha do Largo aos domingos. A iniciativa faz parte de uma primeira etapa das instalações do novo modelo e para sentir a adaptação dos artesãos. A artesã de velas decoradas e aromáticas, Vanessa Bertotti, das feiras de artesanato do Passeio Público e Cajuru, foi uma das artesãs a usar o novo modelo.

“Eu adorei a nova barraca, supervalorizou meu produto, como produzo velas coloridas a bancada de madeira deixou linda a exposição. Esse novo formato eu senti mais amplitude de visibilidade e a rua ficou linda. Agradeço ao prefeito Greca pela implantação desse novo layout e ao Instituto de Turismo pela oportunidade de expor e ter essa experiência”, celebra Vanessa Bertotti

Quem também ficou feliz com o novo modelo foi o Alexsandro Ferreira Lustosa, que produz cuias de chimarrão e tereré personalizadas com temas turísticos e costuma marcar presença na feira de artesanato do Sítio Cercado.

“Tive a oportunidade de poder expor nas barracas novas. Achei que realçou os produtos e deu uma nova estética para a feira. Comparando as barracas novas com as velhas, parece uma outra feira. A iniciativa do Instituto de Turismo em trocar as barracas nos traz uma alegria, por saber que se preocupam com os artesãos, só tenho que agradecer”, conclui Alexsandro.

Como é a nova barraca?

O protótipo tem estrutura projetada com sistema retrátil de montagem e desmontagem e cobertura para proteger os feirantes e clientes do sol e da chuva. A nova barraca tem armação em aço galvanizado, aparadores em madeira certificada e conta com lonas em laminado em PVC flexível colorido, reforçado com tecido de poliéster de alta tenacidade, na cobertura e nas laterais. As medidas são 4m² de área útil (2mx2m), sendo a cobertura 2×3 para abrigar do sol e da chuva. Com o novo desenho proposto, a entrada dos feirantes será pela parte de trás da barraca.

Vantagens do novo modelo

A feira ganha um novo visual com a implantação das novas barracas, com design inovador, projetado para realçar a estética dos produtos enquanto oferece proteção contra as intempéries. A cobertura avançada, posicionada a um metro de distância da cabeça do artesão, não apenas preserva os itens expostos, mas também proporciona conforto ao cliente durante as compras. Além disso, os artesãos têm a flexibilidade de realizar adaptações internas no novo modelo.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

By