O engenheiro civil Ricardo Thiessen, servidor da Secretaria Municipal de Obras Públicas da Prefeitura de Curitiba e morador do Boqueirão, recebeu um presentão de Natal nesta sexta-feira (15/12). Ele foi o ganhador do prêmio especial de Natal do 62º sorteio eletrônico do Nota Curitibana, no valor de R$ 100 mil. O último sorteio do ano teve 109.419 participantes com 2.585.042 bilhetes referentes a notas pedidas no mês de agosto de 2023.

“Ainda estou em choque. Eu não jogo nem na loteria. Mas sempre confiei muito no programa do município. Sempre pensava, vou ajudar Deus a me abençoar, pedindo CPF na Nota. O prêmio era com ele”, brincou Thiessen, que recebeu o prêmio das mãos do prefeito Rafael Greca Palácio 29 de Março, sede da Prefeitura.

Com os R$ 100 mil, Thiessen já faz planos de viagem para a Europa e de investir para os próximos anos. Ele é servidor concursado da Secretaria Municipal de Obras Públicas da Prefeitura de Curitiba. “Na mesma sala que recebi o prêmio, o prefeito tinha me dado posse há pouco mais de um ano”, contou Thiessen.

O prefeito, que dias antes da premiação ligou para o sorteado para contar do prêmio, agradeceu a participação no Nota Curitibana. “O programa ajuda a população, com créditos e sorteios, e a população ajuda a Prefeitura pedindo nota. A arrecadação faz com que a cidade possa investir em melhorias para seus cidadãos”, ressaltou Greca, que estava acompanhado do secretário de Planejamento, Finanças e Orçamento, Cristiano Hotz, e do coordenador do Nota Curitibana, Eduardo Makowski.

Durante o evento também foram premiadas duas entidades sociais: o Pequeno Cotolengo do Paraná – Dom Orione e a Associação Hospitalar de Proteção à Infância Raul Carneiro (Hospital Pequeno Príncipe), cada uma com R$ 25 mil. Recurso que é muito bem-vindo, segundo as entidades.

“É um recurso muito importante, que nos ajuda muito. Como é de uso livre, ele custeia várias despesas, como por exemplo, medicamentos de alta complexidade, que não são cobertos pelo SUS, e também a compra de equipamentos”, diz Amanda Rosa, supervisora de captação do Hospital Pequeno Príncipe.

“Os recursos de programas como o Nota Curitibana nos ajudam a cobrir despesas urgentes, recorrentes e necessárias que muitas vezes não podem ser custeadas por recursos carimbados, com destinação específica. É o caso, por exemplo, de medicamentos”, lembra Priscila Guimarães, gerente de desenvolvimento institucional do Pequeno Cotolengo.

Milhões de bilhetes

O programa conta com 219.522 cidadãos cadastrados para os sorteios. Desde seu lançamento, em 2018, o Nota Curitibana já distribuiu R$ 15,33 milhões em premiações. 

Além dos prêmios, o Nota Curitibana gera créditos, que podem ser transferidos para a conta corrente, cartão-transporte Urbs e ainda para abater até 50% do valor do IPTU.

Retorno

Para participar dos sorteios e ainda conseguir resgatar créditos, o contribuinte precisa fazer um cadastro no site do Nota Curitibana e informar o CPF na emissão da nota fiscal quando contratar um serviço.

É possível pedir o CPF na nota de serviços em estabelecimentos como planos de saúde, escolas particulares, lavanderias, corretagem de seguros, faculdades, cursos de idiomas, construtoras, oficinas mecânicas, empresas de vigilância e limpeza, salões de beleza, dentre outros. Em média, 15% do valor do imposto pago de ISS na prestação de serviços é convertido em crédito.

Para os sorteios, a primeira nota fiscal eletrônica do mês gera um bilhete, independentemente do valor. E, na sequência, a cada R$ 50, é gerado um cupom, com validade para o mês do respectivo sorteio.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

By