O Estádio Durival Britto e Silva, conhecido como a Vila Capanema do Paraná Clube, recebeu, neste sábado (18/11), as finais feminina e masculina da Taça das Favelas Paraná 2023. O vice-prefeito de Curitiba e secretário de Estado das Cidades, Eduardo Pimentel, participou da abertura do evento e desejou boa sorte para as e os atletas que iriam disputar as finais. 

A final feminina foi disputada pelas equipes Vila Leonice e Vila Guaíra. A final masculina foi entre o Tanguá e o Bairro Novo A. As duas partidas tiveram transmissão ao vivo da RPC. O vice-prefeito Eduardo Pimentel destacou a importância da Taça das Favelas e o trabalho social feito em todas as comunidades de Curitiba e do Paraná.

“Tenho feito questão de participar de todas as edições da Taça das Favelas para mostrar o apoio que a Prefeitura sempre dá para os esportes. Aqui, além do futebol, tem muito trabalho social envolvido junto. E nos próximos dias Curitiba também vai sediar a Expo Favela”, disse Eduardo Pimentel.

A 1ª Expo Favela do Paraná em Curitiba será nos dias 24 e 25 de novembro no Museu Oscar Niemeyer (MON). 

Sobre as finais da Taça das Favelas, Eduardo Pimentel lembrou que esse é o maior campeonato entre favelas do mundo. “Esse é um campeonato que junta as comunidades da cidade e dá oportunidade de exposição de novos craques. Todo mundo junto pelo bem da cidade e para praticar esportes”, definiu.

Campeonato

A Taça das Favelas 2023 é uma iniciativa da Central Única das Favelas (Cufa), uma organização não governamental que atua em comunidades carentes de todo o Brasil. A Cufa desenvolve programas e projetos nas áreas de educação, esporte, cultura, saúde e cidadania. 

A competição teve apoio da Prefeitura de Curitiba, pela Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (Smelj), e reuniu em vários locais do Paraná 11 mil jovens de mais de 200 favelas de 17 cidades paranaenses.

No feminino, a time Vila Leonice bateu, de virada, o Vila Guaíra por 3 a 1e ficou com a taça. Já no masculino a taça ficou com o Tanguá, após vitória de 1 a 0 contra o Bairro Novo A.

Presenças

Também participaram da abertura das finais da Taça das Favelas, o secretário de Estado do Esporte, Helio Renato Wirbiski; o superintendente da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj), Hideo Garcia; o diretor de Incentivo ao Esporte e Promoção Social, Guilherme Schlichta; o assessor da Juventude, Helton Stais; o administrador regional do Cajuru, Narciso Doro Júnior; o deputado federal Zeca Dirceu; os vereadores Mauro Bobato e Oscalino do Povo, o presidente da Cufa no Paraná, José Campos Jardim; e o MC Menor, que cantou “Aonde nós chegou” (sic), considerado o hino das favelas antes das finais. 

Fonte: Prefeitura de Curitiba

By