A Prefeitura de Curitiba enviou nesta quinta-feira (23/11) um carregamento com doações para Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba, que também sofreu com as intensas chuvas que atingiram o Paraná em outubro. A ação faz parte da Campanha Solidária Enchentes 2023, lançada pelo vice-prefeito e secretário de Estado das Cidades, Eduardo Pimentel, em 16 de outubro.

Foram enviados para o município 1.120 quilos de alimentos, distribuídos em 56 cestas básicas, 530 litros de água mineral, 5.200 peças de roupas e calçados, além de materiais de higiene e limpeza.

O carregamento com os donativos saiu pela manhã do Disque Solidariedade – serviço da FAS responsável pela triagem, separação e distribuição de doações para famílias em situação de vulnerabilidade social – escoltado por uma equipe da Defesa Civil do município.

Municípios atendidos

Campo Magro foi o sexto e último município atendido com doações da Campanha Solidária Enchentes 2023. A ação humanitária beneficiou ainda Rio Negro, Contenda, Almirante Tamandaré e Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, e União da Vitória, no Sul do Estado, também afetados pelas enchentes.

A coordenadora do Disque Solidariedade, Silvia Toaldo, disse que as doações feitas pela população e por empresários garantiram o envio para esses municípios de 36.700 peças de roupas, 7,3 toneladas de alimentos não perecíveis, distribuídas em 366 cestas básicas, 2.160 litros de água mineral, além de materiais de higiene e limpeza.

Povo solidário

O coordenador da Defesa Civil de Curitiba, inspetor Nelson de Lima Ribeiro, explica que a campanha chega ao fim porque a capital começa a se preparar para um novo período, o de verão, quando são registradas chuvas intensas, mas isoladas, e ondas de calor.

Ribeiro destacou ainda que as chuvas diminuíram de intensidade em todo o Paraná, as águas baixaram nas cidades que foram alagadas, com exceção de União da Vitória, onde o Rio Iguaçu ainda está com seis metros de altura, o que reduziu a necessidade de novos envios de doações.

“Pudemos atender esses seis municípios porque o curitibano é um povo solidário e sempre contribui prontamente quando temos alguma situação de emergência”, comentou.

União de esforços

A Campanha Solidária Enchentes 2023 reuniu vários órgãos, como a Defesa Civil de Curitiba, Defesa Civil do Estado do Paraná – que mantém o envio de doações no Estado -, FAS, Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN) e a Secretaria Municipal Extraordinária para o Desenvolvimento da Região Metropolitana de Curitiba.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

By